Monitore a performance de sua aplicação de microsserviços

Neste code pattern, iremos integrar o Instana com um aplicativo de viagem de microsserviço, o projeto Bee Travels, no Red Hat OpenShift. O IBM Observability with Instana (Instana) fornece monitoramento de infraestrutura e gerenciamento de desempenho de aplicações (APM). Também foi projetado especificamente para os desafios de gerenciamento de microsserviços e aplicações cloud native. Iremos gerar tráfego para o aplicativo usando o Puppeteer e, em seguida, analisar esse tráfego no painel do Instana.

Veja como JJ Asghar (IBM Developer Advocate) e Chris Engelbert (Instana Developer Advocate) demonstraram como os desenvolvedores podem usar o Instana para o desenvolvimento orientado por observabilidade.

Descrição

Bee Travels é um aplicativo baseado em microsserviços criado para demonstrar os principais recursos de Kubernetes, OpenShift, Istio, Knative e muitas outras tecnologias cloud native.

Ele usa as melhores práticas no ciclo de vida de desenvolvimento de software e, também, tecnologias open source (código aberto) amplamente utilizadas. O Bee Travels traz a experiência completa ao desenvolvedor, sendo escrito em diferentes linguagens de programação.

Como o Bee Travels é um aplicativo de microsserviços, que depende de várias tecnologias cloud native, ele possui serviços que precisam uns dos outros. E é por isso que o Instana entra em jogo.

Instana é uma solução de observabilidade empresarial totalmente automatizada, que ingere métricas, rastreia todas as solicitações e cria perfis de processos automaticamente. Ela rompe a complexidade do seu ambiente de aplicação, para mostrar como tudo se encaixa no contexto. O que pode ajudar a visualizar como os componentes do seu aplicativo funciona e, também, a depurar erros.

Fluxo

Diagrama de arquitetura da integração do Instana em um aplicativo de microsserviços

  1. O script Puppeteer gera tráfego para o aplicativo Bee Travels em execução no cluster OpenShift.
  2. O código do Instana, em cada serviço do aplicativo Bee Travels, envia dados sobre o serviço respectivo para o Agente Instana no cluster OpenShift.
  3. O Agente Instana envia esses dados para sua conta, onde você pode analisar e monitorar os microsserviços do Bee Travels no painel do Instana.

Instruções

Para experimentar esse code pattern, consulte o passo a passo no arquivo README.md, localizado no repositório do GitHub.

  1. Instale os pré-requisitos necessários para completar o code pattern.
  2. Realize o fork do repositório.
  3. Integre o Instana no código da aplicação Bee Travels.
  4. Implemente o aplicativo no OpenShift e crie uma instância de um Agente Instana.
  5. Gere tráfego usando Pupeteer e analise o tráfego com Instana.