Aprofunde-se no hypervisor z/VM – IBM Developer

Aprofunde-se no hypervisor z/VM

Sobre esta série

Esta série começa com uma introdução sobre os tipos de hypervisors e virtualização de sistemas e, em seguida, descreve os recursos de cinco hypervisors, seus processos de implementação e os problemas de gerenciamento que podem surgir. Use esta série como um ponto de partida simples para entender a função do hypervisor na virtualização na nuvem, ou explore os artigos individuais para ajudar a determinar qual hypervisor é o melhor para suas necessidades da nuvem: Introdução, PowerVM, VMware ESX Server (Em inglês), Xen, KVM (Em inglês).

O que é preciso saber para iniciar

O hypervisor z/VM® foi projetado para ajudar a estender o valor da tecnologia de mainframe na empresa, integrando aplicativos e dados enquanto proporciona níveis excepcionais de disponibilidade, segurança e facilidade operacional.

A tecnologia de virtualização z/VM foi projetada para permitir a capacidade de executar centenas a milhares de servidores Linux® em um único mainframe, executando com outros sistemas operacionais System z®, tais como z/OS®, ou como uma solução de servidor enterprise de larga escala apenas com Linux.

z/VM V6.1 e z/VM V5.4 também podem ajudar a melhorar a produtividade hospedando cargas de trabalho de outros sistemas que não Linux, como z/OS, z/VSE® e z/TPF, no mesmo servidor System z ou em uma solução de servidor enterprise de larga escala.

z/VM suporta Linux, z/OS, z/OS.e, Recurso de Processamento de Transações (TPF) e z/VSE. z/VM também suporta z/VM como sistema operacional guest.

Recursos

O produto base z/VM contém os seguintes componentes e recursos:

  • Programa de Controle (CP): CP é um hypervisor e gerenciador de recursos de máquina real.
  • Conversational Monitor System (CMS): CMS fornece um aplicativo de alta capacidade e ambiente interativo do usuário e fornece os sistemas de arquivos do z/VM.
  • TCP/IP para z/VM: TCP/IP para z/VM fornece suporte para o ambiente de rede TCP/IP.
  • Advanced Program-to-Program Communication/Virtual Machine (APPC/VM) Virtual Telecommunications Access Method (VTAM) Support (AVS): AVS fornece conectividade em uma rede IBM Systems Network Architecture (SNA).
  • Recurso de Visualização de Dump: É uma ferramenta para diagnóstico interativo de problemas do sistema z/VM.
  • Group Control System (GCS): GCS é um supervisor de máquina virtual que oferece serviços multitarefas e suporta uma rede SNA nativa.
  • Hardware Configuration Definition (HCD) e Hardware Configuration Manager (HCM) para z/VM: HCD e HCM fornecem um ambiente de gerenciamento de configuração de E/S abrangente.
  • Ambiente de Linguagem para z/VM: Ambiente de Linguagem fornece o ambiente de tempo de execução para programas de aplicativo do z/VM escritos em C/C++, COBOL ou PL/I.
  • Open Systems Adapter/Support Facility (OSA/SF): OSA/SF é uma ferramenta para customizar os modos de operação de recursos de hardware OSA.
  • REXX/VM: REXX/VM contém o interpretador para processar a linguagem de programação REXX.
  • Transparent Services Access Facility (TSAF): TSAF fornece serviços de comunicações em uma coleção de sistemas z/VM sem usar VTAM.
  • Virtual Machine Serviceability Enhancements Staged/Extended (VMSES/E): VMSES/E fornece um conjunto de ferramentas para instalar e realizar manutenção em z/VM e outros produtos ativados.

z/VM também oferece os seguintes recursos opcionais:

  • Data Facility Storage Management Subsystem for VM (DFSMS/VM): DFSMS/VM controla recursos de dados e armazenamento.
  • Directory Maintenance Facility for z/VM (DirMaint): DirMaint fornece recursos interativos para gerenciar o diretório de usuário do z/VM.
  • Kit de Ferramentas de Desempenho para VM: Performance Toolkit fornece ferramentas para analisar dados de desempenho z/VM e Linux.
  • Servidor de Segurança Resource Access Control Facility (RACF) para z/VM: RACF proporciona segurança de dados em uma instalação ao controlar seu acesso.
  • Rede Remote Spooling Communications Subsystem (RSCS) para z/VM: RSCS permite aos usuários enviar mensagens, comandos, arquivos e tarefas para outros usuários em uma rede.

Implementando virtualização

Para implementar virtualização para z/VM:

  • Crie partições lógicas.
  • Instale e configure o z/VM em uma ou mais partições lógicas.
  • Crie máquinas virtuais.
  • Instale e configure sistemas operacionais guest.
  • Configure redes virtuais para os sistemas virtuais.

Gerenciando suas máquinas virtuais

z/VM gerencia máquinas virtuais por meio do IBM Systems Director, a base de gerenciamento de plataformas que permite integração com Tivoli, e plataformas de gerenciamento de terceiros. Com ele, é possível:

  • Automatizar operações de datacenter.
  • Unificar o gerenciamento de servidores IBM, armazenamento e dispositivos de rede.
  • Simplificar o gerenciamento de recursos de plataforma físicos e virtuais.
  • Reduzir complexidade operacional e fornecer uma visão dos relacionamentos e status de funcionamento de sistemas de TI.

É possível até mesmo obter uma visão única do uso de energia real em todo o datacenter.

Escolhendo z/VM

Vantagens:

  • Capacidade de virtualizar cada LPAR em centenas ou mais máquinas virtuais.
  • Capacidade de virtualizar processador, memória, E/S e recursos de rede.
  • Configuração dinâmica de processadores, memória, E/S e recursos de rede.
  • Maximize recursos para obter alta utilização do sistema e alocação dinâmica de recursos avançada.
  • Experimente ferramentas avançadas de gerenciamento de sistemas, administração e contabilidade.

Desvantagens:

  • Provavelmente será necessário manter profissionais de TI altamente qualificados e treinados em mainframe.

Aviso

O conteúdo aqui presente foi traduzido da página IBM Developer US. Caso haja qualquer divergência de texto e/ou versões, consulte o conteúdo original.